O PODER HIPNÓTICO DE UMA BOLA

O que eu vou dizer agora não deve ser novidade para ninguém… A bola, essa mesmo, seja de futebol, basquetebol ou até de ténis, tem um poder imenso e inimaginável!

     A bola é mais poderosa que qualquer super herói, seja ele o Homem Aranha, o Hulk ou quem sabe a Mulher Maravilha!

     Sabem de que poder vos falo? Não?!

                             Pois, eu passo a explicar…

A bola tem um poder de deixar qualquer homem, seja ele novo ou velho, gordo ou magro, rico ou pobre… completamente hipnotizado !

Basta a bola aparecer, e o mundo muda, o olhar do homem segue-a como se fosse uma voz de comando. Nada, nem ninguém, consegue competir com a atenção que a bola desperta no ser masculino! Amigas, não tentem, por eu já tentei, e não há nada que se possa fazer…!

     A assistir um jogo em direto, eu até compreendo… mas o encanto é constante, qualquer  jogada que deu golo, de uma equipa qualquer, nem é preciso ser a equipa do coração, seja de hoje ou do século passado, é motivo para ficar de olhos vidrados na televisão. Mesmo que seja para aí a décima vez, que  o golo passa em repetição, é visto exactamente com o mesmo interesse e a mesma inocência que na primeira vez!

Se tentam falar com um homem no meio de um jogo, esqueçam… a resposta é um sim entre dentes, um grande silêncio, ou um “deixa-me ver o jogo sossegado”! É uma boa estratégia para lhe fazer um pedido que normalmente teria um não como resposta, no meio de um jogo é sempre sim!

    Se tem filhos é a loucura, se não estão sossegados, levam o homem a um estado completo de nervos… Quer conquistar o agradecimento eterno do seu marido? É muito simples… mantenha os seus filhos ocupados enquanto ele assiste o jogo em paz! Mas cuidado, prepare-se para conhecer um homem que nem imaginava que existia, que diz palavrões, fala mal de tudo e de todos, e o pior, só consegue ver o jogo de uma perspetiva, a sua! Mesmo que não tenha sido falta, não tente argumentar porque ele não consegue ver!

Mas o mais chato disto tudo, é que este fascínio pela bola, passa de geração em geração! Quem tem um filho rapaz sabe bem aquilo que eu digo! Ainda nem sequer sabem andar em condições, já querem chutar a bola! Chegam a uma idade em que respiram bola, e não há nada que nós mães possamos fazer…

apenas aceitar o poder hipnótico de uma bola!

Anúncios