OS PEIXES TAMBÉM PICAM….! PRIMEIROS SOCORROS

Um dos peixes que pica e muito… é o peixe aranha!

Não é algo que todos nós podemos  dizer que já nos aconteceu…

Mas que acontece, acontece! 

O que fazer perante uma picada de peixe aranha?

No meio de tanto choro do seu filho, há que manter a calma, ser capaz de tranquilizá-lo e atuar de imediato. Lave bem o local da picada, de preferência com soro fisiológico e esprema o local, o quanto for preciso até que saia sangue, para desta forma expulsar o veneno.

De seguida, coloque a zona afetada em água quente, pelo menos durante 30 minutos. A água deve ser tão quente quanto a criança consiga tolerar. Sempre com cuidado, para não ser quente em demasia e provocar uma queimadura. É através do calor que o veneno é destruído. Nunca aproxime outras fontes de calor, como isqueiros ou pontas de cigarro, porque aumentam o risco de queimadura, e assim ao invés de resolver, complica ainda mais a situação!

Se proceder conforme explicado, por norma, estas situações resolvem por si, mas se a criança após o tempo de permanência com a zona afetada em água quente, mantém dor e inchaço, deve recorrer a um serviço de saúde, assim como, se a criança começar com falta de ar, ou inchaço na face e lábio que indiciem uma reação alérgica.

O que fazer perante uma picada de alforreca?

A alforreca é outro ser marinho, que não é peixe, mas também pica…!  Lave com água do mar e veja se consegue retirar o espigão. De seguida, o procedimento é inverso à picada do peixe aranha, desta vez, coloque gelo e deixe ao ar. Pode aplicar uma pomada anti inflamatória.

Vá vigiando o local, e já sabe, se a área da picada for extensa ou se aparecerem sinais de reação alérgica, como falta de ar, ou inchaço na face ou lábio, deve ir de imediato aos serviços de saúde.

Anúncios