TODOS OS DIAS A QUEBRAR ESTEREÓTIPOS

É vulgar ouvir-se da boca de muita gente, aquela frase politicamente correta de que a mulher é o sexo forte!

Qual forte, qual quê?

A mulher não precisa de ser definida como sexo forte…! Não é o género que define a inteligência ou qualquer outra capacidade. Mas, o estereótipo de género ainda teima em permanecer na nossa sociedade!

Somos mesmo nós, mulheres, que  intensificamos este estereótipo, que está na base de desigualdades profundas dos papéis sociais de homens e mulheres. Muitas vezes, sem sequer dar conta através de pequenas conversas e pequenos gestos! Quem nunca disse ou já ouviu dizer frases do tipo “deve ser uma mulher ao volante”, “as mulheres são mais invejosas”, “deixemos as mulheres sozinhas na cozinha”!

Os estereótipos de género começam logo na infância.

Aos meninos oferecem-se bolas, carros… às meninas, o fogão, a máquina de costura e as bonecas!

 A verdade é que as meninas tendem a gostar mais desse tipo de brincadeiras, contudo como mães que queremos educar mulheres fortes, decididas e capazes, é nosso dever deixá-las escolher e não partir do principio que como é menina vai gostar de um vestido cor-de-rosa e que vai querer ir para o ballet! Se ela nem sequer quer rodopiar, e até gosta é de jogar à bola, para quê inscrevê-la no ballet aos 3 anos, só porque é uma menina. Porque não dar-lhe espaço para perceber realmente qual é o seu gosto?!

Nós, mães somos o maior exemplo para os filhos sobre o que é uma mulher! É connosco que os nossos filhos integram o que a sociedade espera de uma mulher! E ser mulher não é só vestir vestidos, pintar as unhas e usar maquilhagem. Isso faz parte, mas não é o pacote completo! O mais importante de ser mulher, é ser capaz de pensar por si, de sonhar, de enfrentar desafios, de exigir ao mundo o que é seu por direito, ser perspicaz e persistente. É ser inteligente, e tão capaz como qualquer homem! Essa é mesmo a nossa maior qualidade!!!

Por isso nunca se diminua, nunca diga que não é capaz! E nunca, mas mesmo nunca, diga diante dos seus filhos, mal de outra mulher, ou diga que vai fazer uma tarefa, só porque é mulher! Não existem tarefas destinadas a homens ou mulheres…

Se tem filhas e filhos comece desde cedo a trata-los de forma igual, se ensina a sua filha a passar a ferro, por que razão não faz o mesmo com o seu filho? Porque é que parte do princípio que as meninas têm mais jeito? Se calhar até têm! Mas lá por se ter mais jeito não quer dizer que seja sempre o mesmo a fazer!

O jeito aprende-se e treina-se… tal como tudo na vida!

Por isso mães, vamos todos os dias quebrar preconceitos…

… Educar hoje meninas, para amanhã se tornarem mulheres tão capazes,

como qualquer homem!

Anúncios