AMOR E TOSSE NÃO DÁ PARA ESCONDER!

Frio de manhã, calor à tarde… começam as tosses!

Este tempo anda tonto, e não há forma do calor se ir embora. Gostamos de dias solarengos, mas a verdade é que este calor já começa a cansar.

Os dias amanhecem frescos e as noites já pedem casaquinho, mas durante a tarde o calor faz-se sentir. Não sabemos se havemos de vestir calça ou calção aos pequenos, insistimos que levem casaco para a escola (mesmo sabendo que quando virarmos costas já o estão a despir), duvidamos entre calçar a sandália ou a sapatilha.

Correm, transpiram… não tarda estão de pinguinho no nariz. Daí para a tosse é um passo, e a tosse leva muitos pais a procurar ajuda.

A tosse é um mecanismo de defesa do nosso corpo, uma vez que permite expelir as secreções que se acumulam nas vias respiratórias. É um sintoma frequente, que incomoda pais e filhos, e que a maioria das vezes está associado a doenças de pouca gravidade. Ainda assim, há que levar em conta que a tosse não é sempre igual… isto obriga a tomar algumas medidas para a tornar mais eficaz, e ainda a perceber os sinais de gravidade.

Se o seu filho tem tosse, o que pode fazer para o ajudar?

  • O mais importante é hidratar a criança, oferecendo-lhe água ao longo do dia. Isto vai ajudar a tornar as secreções mais fluidas, logo mais fáceis de eliminar.
  • Se o narizinho estiver obstruído deve fazer a lavagem nasal, de forma a eliminar as secreções. Fazer aerossóis com soro fisiológico também pode ajudar.
  • Para que os acessos de tosse diminuam de frequência durante os períodos de sono, deve elevar a cabeceira da cama.
  • Arejar o quarto antes de deitar a criança, e evitar ambientes aquecidos/poluídos, também são medidas a adotar.

Como avaliar a situação?

  • Se o seu filho se continua a alimentar com apetite, a dormir bem, a brincar… o mais provável é que a situação não exija grandes preocupações. Nestes casos, habitualmente a tosse surge de forma gradual e ao fim de alguns dias já parece estar a melhorar. A criança não apresenta sinais de cansaço ou de dificuldade em respirar, não tem febre, não parece doente.
  • Quando a tosse é muito persistente e a criança apresenta noção de mal estar, não se consegue alimentar, não descansa, tem febre… deve ser observada. A tosse é muitas vezes o sintoma que leva os pais a procurar ajuda, tal é o desconforto que provoca. Uma tosse que sofre agravamento ao longo dos dias, pode ser um sinal de alarme.

A realidade é que não podemos falar de tosse, mas sim de tosses.

Já diz o ditado: “Amor e tosse não dá para esconder!”

Anúncios