SUPERNANNY’S PRECISAM-SE?

Quem disse que ser mãe e pai é fácil?

Há muitos momentos de alegria, mas também momentos de cansaço em que sentimos que não somos capazes de dar conta do recado, muitas vezes escondidos, em lágrimas sós! Ser mãe e pai é abraçar o maior desafio das nossas vidas… não importa se é difícil, não importa se não é tal e qual como imaginámos, o que importa é o nosso desejo, e esse é ser o melhor  pai e a melhor mãe que conseguimos ser!

As crianças são rebeldes, desafiadoras, é assim que apreendem o mundo, é assim que percebem até onde podem ir. Em casas com crianças, não há silêncio, há sorrisos, mas também gritos, birras, exigências…  É igual em todas as casas, acredite não é só na sua!

São precisas regras?

Claro que sim!

É fácil concretizá-las ?

Claro que não!

Há uma fórmula mágica?

O Programa da SIC, Supernanny, que se intitula como um programa educativo, anuncia a fórmula mágica!

Mas qualquer fórmula mágica não funciona… é uma mão cheia de nada! Este programa de educativo tem pouco, é mais um reality show, que como todos os outros programas do género, apresentam situações levadas ao extremo, onde se expõe a público tudo aquilo que devia ficar sempre no privado!

Eu compreendo que os pais sintam necessidade de procurar ajuda, para responder aos desafios da educação dos seus filhos, mas este tipo de exposição não pode ser uma resposta. Foi retirado à criança o direito à privacidade e à intimidade. Exposição essa que pode ter repercussões no futuro!

O que eu assisti foi a imposição de um conjunto de regras, mediante um incentivo ou uma punição, onde à criança e aos pais foi retirado o direito ao diálogo, com a finalidade de educar crianças que mais parecem robôs…  Pretendem-se crianças submissas, que reagem à primeira ordem, que provavelmente vão ser adultos com pouca iniciativa e pouca capacidade de argumentação.

Supernanny´s precisam-se?

Não! As regras têm de ser estabelecidas, mas como tudo na vida, tem o seu peso e medida! E cabe aos pais, na sua intimidade, e caso seja necessário, junto dos profissionais de saúde, mas no local indicado, encontrar o seu peso e a sua medida! Não há formulas mágicas, cada qual tem de perceber, muitas vezes através de tentativa e erro, o que funciona com a sua família, porque cada família tem a sua própria dinâmica e cada elemento a sua personalidade!

Se fosse tudo linear, não tinha metade da graça!

Que  haja lugar para regras, mas também para crianças com personalidade!

Anúncios