CORPO ESTRANHO NOS OLHOS, NARIZ OU OUVIDOS, O QUE FAZER?

Apesar dos nossos esforços, os acidentes acontecem e é nosso dever, enquanto pais, saber o que fazer para minimizar os efeitos negativos dos mesmos.  A entrada de um corpo estranho nos olhos, ouvidos, ou nariz são algumas situações comuns em pediatria.

CORPO ESTRANHO NOS OLHOS

Por norma, são grãos de areia, insetos ou limalhas.

Conseguir observar o olho da criança pode ser a tarefa mais difícil, porque para além do medo da criança, um corpo estranho no olho provoca sempre dificuldade em manter as pálpebras abertas e lágrimas. A primeira tendência é esfregar o olho, e isso é precisamente o que não se deve fazer!

 O primeiro passo é acalmar a criança e não permitir que esfregue o olho. Não tente remover o corpo estranho, seja com um lenço, algodão ou qualquer outro tipo de objecto!

O que fazer?

  • Abra as pálpebras do olho atingido com muito cuidado;
  • Faça correr água sobre o olho, do canto interno, junto ao nariz, para o externo
  • Repita a operação duas ou três vezes até que a criança demonstre alivio.

Se a criança se mantiver queixosa, tape o olho afectado com uma compressa, coloque adesivo para fixar e recorra ao hospital.

CORPO ESTRANHO NOS OUVIDOS

Os mais frequentes são insectos, mas também objectos pequenos, como pequenas peças de brinquedos, borrachas que a criança introduziu nos ouvidos.

O primeiro sintoma é o zumbido, dor e pode existir surdez.

O que fazer?

  • Nunca tente remover o corpo estranho
  • Recorra sempre ao hospital

Se for um insecto, antes de ir o hospital, deite uma gota de azeite ou óleo no ouvido.

CORPO ESTRANHO NO NARIZ

Os mais comuns são pequenos objectos, como botões ou pequenas peças de brinquedos, ou feijões que a criança introduziu no nariz.

O que fazer?

  • Peça à criança para se assoar com força, comprimindo a narina contrária com o dedo, tentando assim que o corpo seja expelido.

 Se não obtiver resultado, recorra ao Hospital.

Anúncios