Ler Mais

PAIS SUPERPROTETORES

Que sejam felizes!
É esse o desejo de todos os pais em relação aos filhos.
E, como é que isso se faz? Cabe a nós pais, essa missão?
Em parte sim, em parte não!

Anúncios
Ler Mais

QUANDO BRINCADEIRAS DE MIÚDOS SE TRANSFORMAM EM VIOLÊNCIA GRATUITA…!

Queixas do tipo “o seu filho andou a luta com o colega”, são comuns e aceitáveis. As crianças quando rivalizam, como estão num processo de construção de personalidade sem capacidade definida de autorregulação, podem assumir comportamentos agressivos, isolados… uma bofetada, um pontapé. Ao longo do seu desenvolvimento, ao serem advertidos para esses comportamentos, vão deixando de responder dessa forma e aprendem a lidar com a frustração.